5 dicas para criar e liderar uma empresa de sucesso sem estresse

5 dicas para criar e liderar uma empresa de sucesso sem estresse

Nunca foi tão propício o empreendedorismo no Brasil. Hoje, quase 40% da População Economicamente Ativa do país é dona do próprio negócio. Os dados são da consultoria McKinsey em parceria com o evento Brazil at Silicon Valley. Isso corresponde a mais de 30 mil pessoas empregadas em pequenos e médios negócios, que juntos somam a cifra de US$ 1 bilhão em investimento em empresas de sucesso. Segundo a mesma consultoria, somos “um país de empreendedores”.

Esses novos empreendimentos que lançam o Brasil como um país promissor no que se refere ao empreendedorismo se apoiam na tecnologia para atingir seus objetivos: 35% das startups usam o bigdata e a análise de dados para garantir inovação. Já os setores de preferência são variados: a área de serviços é a mais visada, correspondendo a mais de 16% dos novos empreendimentos, seguidos por telecomunicações (11%) e fintechs (8.8%).

Desafios para uma empresa de sucesso

Mas nem tudo é tão simples: por outro lado, 25% dos novos investimentos acabam quebrando antes de se consolidarem - isso corresponde a 25 de cada 100 novas empresas, segundo um levantamento do Sebrae. Isso se dá por diversos fatores. Dentre os motivos econômicos, estão a burocracia e o baixo percentual de investimentos em relação ao PIB, que em 2017 foi de apenas 0,04%.

Dentre os fatores humanos que corroboram para o não sucesso, o principal a ser destacado são as falhas na gestão. Isso ocorre não necessariamente porque o (a) empreendedor (a) não é capacitado(a), mas também porque estar em tal posição é tarefa árdua e estressante, o que pode resultar em escolhas que não darão frutos no futuro.

Confira abaixo cinco dicas de como é possível criar e gerir um novo investimento sem que o estresse te domine, abrindo caminhos para fazer de seu empreendimento uma empresa de sucesso!

Dicas para empreender (quase) sem estresse

1. Organize-se e escolha os sócios

Não basta apenas ter o dinheiro para investir: todo empreendimento deve começar com um projeto. Através de um projeto bem estruturado, você irá organizar o que será feito, onde, quando, como, e até mesmo quanto dinheiro será necessário.

Por fim, concentre-se em encontrar uma boa parceria ou sociedade. “Existe avaliações como o Quociente Empreendedor - QEMP, que nos ajuda a reconhecer o perfil de quem está empreendendo e de quem pode ser um bom complemento na hora de uma parceria equilibrada” diz a especialista de empreendedores e liderança Natália Folco. Pode parecer estranho a busca por alguém que divida o empreendimento, mas é uma etapa fundamental. Quando sua empresa estiver a todo o vapor, nem sempre você vai conseguir dar conta de tudo, então repartir as responsabilidades é essencial. O ideal é que você encontre pessoas com os mesmos valores e que partilhem o mesmo objetivo que você.

2. Economize

É muito comum os(as) empreendedores(as) culparem a falta de dinheiro como motivo da quebra das empresas antes da sua consolidação. E é igualmente comum as empresas de sucesso iniciem os negócios com pouco ou nenhum dinheiro. Onde estaria, então, a falha?

Empreender pelo lucro pessoal é o caminho para a falência. O ideal é que você direcione o lucro, pelo menos na etapa inicial, sempre no reinvestimento dentro do próprio negócio, e que aprenda a fazer o máximo com os poucos recursos iniciais.

3. Estimule a equipe

Feito o projeto e vencido o primeiro mês, é hora de criar sua equipe. Depois de fazê-lo, mostre que você confia no grupo. Uma boa liderança  é aquela que reparte e delega tarefas entre a equipe, e não a que senta e manda e distribui ordens. Delegar atividades não só passa confiança e acende o espírito de equipe, como te ajuda, enquanto gestor(a) e líder, a não se estressar ao tentar resolver tudo sozinho(a). A especialista em desenvolvimento de empreendedores e liderança Natália Folco garante que: “investir no desenvolvimento da comunicação, liderança, gestão de tempo e prioridades da sua equipe é essencial para a criação de melhores resultados. Outro ponto que faz os números crescerem é a equipe estar motivada, e um dos pontos de motivação é ela se sentir reconhecida por sua liderança”.

4. Tenha foco

Tenha um propósito claro desde o início. Muitas empresas quebram por conta dos gestores não gostarem do ramo, ou então por não saberem exatamente como o investimento se aplica à sociedade. Assim, sempre mantenha respostas claras na sua cabeça para questionamentos como: “qual o ramo do meu negócio e como ele se enquadra na sociedade? Como ele está sendo recebido? Há algo que eu posso ou precise mudar?”

5. Aprenda com os erros

Toda empresa de sucesso já cometeu erros. Falhar é inevitável, e você provavelmente também vai passar por isso. Mas ainda assim podemos aprender com os erros. Analisar o que levou à falha e tomar medidas preventivas para evitar o mesmo erro ou situações similares é a chave para o sucesso.

“Quando temos consciência dos pontos que estão em equilíbrio e o que precisa ser intensificado, conseguimos montar um bom plano de ação e direcionamento para os(as) sócios(as) e para a equipe em rumo do melhor resultado coletivo” diz Natália Folco.

Quer saber mais sobre investimentos, empreendedorismo e descobrir se você está pronto para empreender de uma vez por todas? Então faça o teste abaixo e fique de olho no curso que a coach Natália Folco lançará!