Empreendedor pode inovar sem gastar rios de dinheiro

seyomedo2-990x661.jpg

Empreendedor pode inovar sem gastar muito, sim! E isso pode ser mais simples e acessível do que você imagina!

Seja em livros, palestras, cursos ou artigos, inovar é o mantra para todas as empresas. Em um mercado cada vez mais globalizado e competitivo, não há mais espaço para quem fica estagnado. É como diz aquela música: camarão que dorme, a onda leva!

No entanto, mesmo com o assunto em voga, muita gente ainda tem algumas ideias erradas. Ainda é comum pensar que para inovar é preciso um alto investimento, que é preciso mudar tudo ou criar produtos novos e que talvez isso não seja possível para um empreendedor com poucos recursos. Ledo engano! Empreendedor pode inovar sim e sem gastar rios de dinheiro.

O que realmente significa inovar?

O dicionário define a palavra “inovar” da seguinte maneira:

  1. Tornar novo; renovar; restaurar;
  2. Introduzir novidade em; fazer algo como não era feito antes.

Agora, exemplificando: Imagine que você produz tortas deliciosas. Os seus clientes precisam ir até seu estabelecimento para buscá-las. Você pode inovar criando um serviço de entregas. Agora suas tortas podem ir até os clientes que não podem buscar. Você também pode divulgar o serviço pela internet, já que não há a necessidade deles irem até sua loja.

Pronto. Você acabou de inovar em seu negócio. Introduziu novidade, fez algo como não era feito antes. E essa é a principal forma de inovação: renovar processos, produtos, atualizar ideias, inserir novidades. Isso pode aumentar vendas, criar novas oportunidades, gerar novos parceiros ou diminuir custos. Tudo isso é inovação! E todo empreendedor pode inovar.

Empreendedor pode inovar sem gastar muito

Seu negócio pode inovar de diversas formas. Cabe a você avaliar como isso pode ser feito. Afinal, cada negócio possui suas particularidades. Mas vou te dar algumas dicas de atitudes e ideias que são os “curingas” em diversos negócios. Desde a loja de tortas até a gigante Apple aplicam estas ações e podem se tornar exemplos de como um empreendedor pode inovar sem gastar muito.

Pesquise

Você pode começar uma pesquisa de forma simples, utilizando dados da internet, criando questionários e aplicando entre seus amigos e clientes. O importante é observar estes pilares:

  1. Seu produto/serviço: Você pode pesquisar como seu produto ou serviço é visto pelos seus clientes e pelo público. Há algum aspecto que pode melhorar? Muitas das inovações que geram mais sucesso e retorno financeiro não surgem de novos produtos e, sim, da readequação dos que já existem.
  2. Seu concorrente: Ele pode lhe trazer grandes ideias. Você pode ver o que ele não esta fazendo bem ou o que ele faz melhor que você e tentar trazer isso para o seu negócio. Busque saber qual a percepção e a opinião do público do seu concorrente. Eles podem lhe dar bons insights sobre como você, empreendedor pode inovar.
  3. O mercado: Você deve pesquisar o mercado e entender o que pode fazer pelo seu público. Qual a necessidade dele? Qual problema você pode solucionar? Pense no exemplo da Dell. Mesmo antes da internet, a Dell inovou na venda de computadores, pois dava a oportunidade do cliente montar o seu desktop de acordo com suas necessidades específicas. O produto não era inovador: computadores. Mas a forma de comercializa-los e a abordagem eram: você podia comprar um computador com as especificações que desejasse.

Através da pesquisa, o microempreendedor pode inovar, pois terá informações precisas e uma visão geral sobre o mercado, seus clientes e quais suas oportunidades. Se bem aplicada, essa pode ser a chave para garantir que o empreendedor possa inovar e traçar um caminho de sucesso.

Revise produtos/serviços, processos e capital humano

De nada vai adiantar pesquisar e saber o que seu mercado precisa e o que você pode fazer melhor que seu concorrente, se não tiver uma equipe capaz de fazer isso acontecer. Também não vai adiantar nada se sua empresa estiver empacada em burocracia ou sem conseguir otimizar os investimentos e recursos, além de diminuir custos.

Pense bem em tudo que está fazendo. Há algum processo que demora demais? Será que é possível torná-lo mais ágil? Alguém não está desempenhando bem sua função? Talvez sejam necessários novos desafios ou colocar esta pessoa em uma função mais consonante com suas habilidades e desejos. Ou pode ser necessário trocar a equipe, aumentar ou contratar alguém para desempenhar uma função específica.

Este processo pode ser complicado. Afinal, você precisa avaliar sua própria empresa, produtos e processos de forma geral. E isso, pra quem está dentro, é algo difícil, na maioria das vezes. Por isso talvez seja necessário que você contrate alguém de fora, que possa avaliar e te ajudar a encontrar o melhor caminho para a inovação. E essa é a nossa última dica:

Procure a ajuda de um coach

O coach poderá olhar sua empresa de fora, de forma crítica, sem interferências e orientar como um empreendedor pode inovar. Ele poderá te ajudar a buscar a inovação, melhorando processos e serviços, aprimorando produtos, encontrando pessoas-chave para determinadas funções e desenvolvendo todas as potencialidades do seu negócio.

O coach vai junto com você, achar os problemas, promover as soluções e desenvolver inovações. E vocês vão provar que um empreendedor pode inovar e sem gastar rios de dinheiro.